Beleza Blog Rosto

Qual a diferença entre Preenchimento e Bioestimuladores de colágeno?

16 de outubro de 2020

A degradação do colágeno no organismo ocorre naturalmente a partir dos 30 anos de idade, com perda aproximada de 1% ao ano. Exposição solar excessiva, exercícios físicos intensos, poluição e tabagismo contribuem para a aceleração da perda. Os principais sinais decorrentes são flacidez, perda de volume, elasticidade e hidratação da pele. A perda óssea que ocorre na face também contribui para um aspecto de envelhecimento – vide o aspecto de caveira em rostos de pessoas mais idosas.

Preenchimento com Ácido Hialurônico

O Preenchimento Facial é um dos procedimentos mais utilizados para correção de pequenas falhas e para volumização em regiões do rosto. O tratamento é realizado com Ácido Hialurônico, substância que preenche e suaviza instantaneamente rugas, depressões, linhas de expressão e olheiras. O resultado é notado logo após a primeira sessão, na qual o produto é aplicado com injeções em pontos estratégicos, em geral precedidas por anestético local. O objetivo é escolhido pelo paciente, de acordo com suas necessidades: atenuar rugas, diminuir olheiras, aumentar os lábios, dar sustentação para os malares (bochechas) ou reestruturar a pele envelhecida.

O Ácido Hialurônico é a substâncias mais escolhida para volumização e correções por seu excelente resultado e segurança. Uma vez que o produto é bioidêntico, é um dissacarídeo encontrado em tendões, articulações e sobretudo na pele, sua versão injetável tem as mesmas propriedades da a que o nosso corpo já produz, tornando as chances de efeitos colaterais indesejáveis e de rejeição praticamente nulas.

Os produtos mais procurados:

  • Juvéderm, da Allergan, mesma fabricante do Botox
  • Restylane
  • Rennova Lift
  • Princess, fabricado na Áustria
  • Perfectha

Bioestimuladores de Colágeno

Já os Bioestimuladores de Colágeno são ideais para dar sustentação e firmeza para a pele, apresentando um resultado duradouro. Ele estimula a produção natural de colágeno, podendo ser utilizados para reposição de volume a longo prazo e diminuição da flacidez cutânea. A aplicação é feita diretamente no local com o objetivo firmador, estimulando produção de fibroblastos, que dão origem à formação de colágeno.

A aplicação de bioestimuladores promove a formação de novas fibras de colágeno e, com elas, uma recuperação da firmeza perdida ao longo dos anos e uma melhora na qualidade geral e aspecto da pele.

As marcas mais procuradas:

  • Radiesse​ – Hidroxiapatita de Cálcio
  • Sculptra​ – ​Ácido Poli-l-lático
  • Elansé​ – ​Policaprolactona
  • Fios de PDO

Uma dúvida frequente que chega ao nosso site é sobre a diferença entre esses dois procedimentos, então, a Drª Roberta Towsend Zaffari, médica dermatologista, fez um vídeo explicando a diferença.

 

Basicamente, o ácido hialurônico tem o objetivo de corrigir e volumizar, enquanto os bioestimuladores de colágeno servem para gradualmente aumentar a firmeza e tração da pele, sendo indicadas 1 aplicação por década de vida conforme idade do paciente para melhores resultados (ex: pessoa de 40 anos faria 4 aplicações, com intervalos mensais).

 

Powered by Rock Convert